#Gestão

5 Dicas para Comprar com Segurança na Internet

Preparamos essas dicas para comprar com segurança na internet pois neste último domingo (13),

foi veiculada uma matéria no programa “Fantástico” (Rede Globo) sobre pessoas que tentaram realizar compras pela internet,

mas que na verdade caíram em golpes, ficando sem os produtos e sem dinheiro.

Link da matéria > Fantástico
 

É uma lástima que isso exista, mas temos que ser realistas e isso pode acontecer com qualquer pessoa.

Por isso, fizemos estes guia para que você tenha mais segurança ao realizar suas compras on-line.

Antes quero te apresentar o cenário atual do mercado de e-commerces no Brasil:

Em 2017, mesmo quando todo o mercado brasileiro ainda patina para voltar a crescer, o mercado eletrônico cresceu 12%,

com mais de 203 milhões de pacotes enviados pelas lojas virtuais, com faturamento de aproximadamente 59,9 bilhões de Reais.

Para 2018 a projeção de crescimento nas vendas online é de pelo menos 15%, projeção essa que tem se consolidado.

Em março deste ano as compras pela internet já registraram alta, como você mesmo pode ver no post do site Ecommerce Brasil.

Link para o Post > Ecommerce Brasil

 

Mas afinal, é seguro comprar na internet?

 

Bom, com um crescimento tão exponencial, não há como negar a seguridade de compras na internet,

principalmente nos últimos anos onde a tecnologia tem se desenvolvido em uma velocidade absurda.

Está cada vez mais seguro comprar online, tanto que os casos mais frequentes de golpes

não estão ligados a clonagem ou uso indevido dos dados de consumidores e sim,

com falsas lojas que realizam transações de forma totalmente legal na estrutura, mas não entregam os produtos prometidos.

Por isso, a melhor maneira de evitar cair em golpes como esses é desconfiar de benefícios bons demais e se informar de características de sites seguros para compras.

É exatamente isso que mostraremos para você neste post, confira agora:

 

1 Não realize transações através de redes sociais.

 

As redes sociais como Facebook e Instagram são ótimas vitrines para que você possa conhecer um produto, uma marca ou um serviço.

Ali é o lugar para interagir com a loja, comentar, pesquisar, tirar dúvidas, ver referências, mas sempre que você for realizar uma transação,

isto é, fazer efetivamente a compra, o anúncio tem que te levar para o site oficial da empresa

ou para um site de compras onde o lojista pode inserir o seu produto, como Mercado Livre, Enjoei, Elo7, entre outros.

No segundo caso você ainda estará seguro, pois mesmo que não receba o produto, a maioria desses sites,

chamados de Market Places, possuem políticas de segurança e fazem o estorno do seu dinheiro (as políticas de segurança de cada Market Place variam;

antes de realizar uma compra nestes ambientes digitais, se informe sobre cada uma).

Além disso, as redes sociais deixam bem claro que não se responsabilizam por transações combinadas “de boca” através delas,

por isso também não possuem nenhum sistema antifraude em pagamentos, até porque, nestes casos, os pagamentos são realizados fora delas,

principalmente via depósito bancário ou transferência. Sendo assim, elas não têm poder nenhum para rastrear a idoneidade de quem está recebendo o valor.

 
 

2 Verifique se o site da empresa é um site seguro.

Site seguro não é apenas uma expressão ou um site bonito que passe a sensação de segurança, é uma classificação que dá a garantia.

Em outras palavras, é o site oferecer uma navegação segura, sem riscos de ter os dados do usuário clonados ou extraviados.

É bem simples saber se o site do lojista é uma área segura na internet. Como você pode ver nas imagens abaixo, na barra de navegação do seu browser,

ou seja, onde você digita o endereço do site, aparece um ícone de um cadeado e o site se inicia com HTTPS (sites sem essa garantia de segurança começam com HTTP).

site seguro, site vivian moia, exemplo de site seguro, https://www.vivianmoia.com.br/, imagem mostra um print da barra de navegação de um site seguro, destacando os icones do cadeado e o s do HTTPS
site seguro, site menina shoes, exemplo de site seguro, https://www.meninashoes.com.br/, imagem mostra um print da barra de navegação de um site seguro, destacando os icones do cadeado e o s do HTTPS
site seguro, site milano,, exemplo de site seguro, https://www.milano.com.br/, imagem mostra um print da barra de navegação de um site seguro, destacando os icones do cadeado e o s do HTTPS

Todos os sites construídos e gerenciados pela Click QI são HTTPS

 

3 Selos de Certificação:

 

Os selos de certificação de segurança e credibilidade são promovidos por instituições sem ligação com os sites ou desenvolvedores.

Eles classificam sites geralmente com notas ou comentários e são sempre atualizados.

Estes selos geralmente estão localizados no rodapé do site e são clicáveis, isto é,

permitem que você vá a uma nova janela ou até um novo site com mais informações sobre o lojista avaliado.

selo de certificação, garantia, nota do site, credencial, credenciamento, classificação    selo de certificação, garantia, nota do site, credencial, credenciamento, classificação
 
 

Com as duas próximas dicas você terá muito mais chances de evitar cair em golpes

 

Até agora você viu 3 itens que podemos considerar um pouco mais técnicos.

Claro, você não precisa ser nenhum expert em programação para segui-los, pois são simples e muito importantes,

mas o que temos para te dizer agora é fundamental.

As duas próximas dicas provavelmente são as mais simples e as menos praticadas.

Por isso, os golpistas sabem e se aproveitam muito disso. Eles são realmente muito bons em enganar e geralmente têm um excelente atendimento,

conseguem ter comentários positivos, fotos bonitas, boa argumentação, enfim,

fazem tudo para que você acredite que não precise seguir os dois próximos passos, mas vá por mim, siga-os,

é melhor perder 5 minutinhos do que passar pela frustração de ser enganado.

 
 

4 Pesquise antes de comprar

 

É importante ter o máximo de informações possíveis sobre o e-commerce no qual você pretende realizar uma compra,

mesmo seguindo todos estes passos anteriores, pesquise sobre a loja on-line em outros site, como o reclameaqui.com.br e outros.

Neles você pode encontrar avaliações de outros internautas sobre o vendedor.

Se você preferir, verifique também no PROCON e em outros órgãos de defesa do consumidor sobre a existência de reclamações sobre o lojista.

 
 

5  Desconfie de preços baratos demais.

 

Por mais atraentes que sejam, os preços baratos demais merecem um “pezinho atrás”.

Se você não sabe muito bem o preço médio de mercado do produto que você quer comprar, procure em outros site,

ou até mesmo no google e faça um comparativo. Se você achar um produto por R$10,00 e descobrir que ele é vendido por em média R$100,00 talvez seja melhor não arriscar.

Infelizmente, não há como garantir com 100% de certeza que seguindo estas dicas você estará 100% imune a golpes pela internet,

mas com certeza você estará muito mais seguro do que comprar em qualquer loja on line desconhecida, sem cuidado algum.

 

Dica bônus:

 
Siga as redes sociais da  Click QI 
Facebook
Instagram

Nós somos especializados em e-commerces, e com certeza teremos sempre dicas muito valiosas para você.

estamos aqui para o que precisar!

Deixe seus dados com a gente que entraremos em contato.

Ao me cadastrar concordo em receber novidades sobre e-commerce, varejo e eventos relacionados à Corebiz