#Gestão

Utilizando o HTTPS em seu Site

HTTPS ou Protocolo de Transferência de Hipertexto Seguro, é a comunicação segura entre, o computador e o servidor de origem em que o site está hospedado. Sites que possuem o certificado de segurança SLL, conseguem evitar a prática de phishing, uma fraude comum onde hackers enviam e-mails aos clientes, no mesmo formato de conteúdos oficiais da empresa, afim de copiar dados dos cliente.

Ao acessar um site que possui certificado SLL o cliente possui mais segurança para realizar compras, pois todos os dados informados ao site, estão sendo recebidos em uma linguagem totalmente criptografada, impossibilitando fraudes.

Recentemente o Google lançou uma atualização para a versão do Chrome (Chrome 56), um ícone na barra de endereços informando a segurança do site para os usuários.
Sites em HTTP que coletam informações como senhas e cartões de crédito, serão marcadas como não seguras.  

Além disso o Google possui alguns critérios para posicionamento das páginas de buscas, em 2014 foi informado que sites que possuem SLL, atingem uma melhor classificação nas pesquisas.
Existem várias empresas que disponibilizam a certificação para o seu site, é necessário um investimento anual para renovação da certificação. Outra opção disponível é a  Lets Encrypt, uma certificadora gratuita, que disponibiliza o certificado de domínio validado.  

Com todas essas informações fica evidente a importância da utilização do certificado de segurança em sua loja. O ideal é fazer um planejamento para migração não apenas das páginas que possuem formulários, mas de todas as páginas do site para HTTPs, isso faz com que o seu site transmita mais segurança para os usuários.

Jéssica P. Ribeiro – Setor de Operações
Fique Atento na Migração
“Se seu e-commerce utiliza a codificação automática do Google Adwords, atente-se – ao mudar todas as página de seu site para HTTPS provavelmente o Google Analytics deixará de captar as informações das campanhas em relação ao tráfego, pois a codificação automática ( Ex: gclid criado na URL automaticamente pelo Google Adwords), não será mais aplicado.
Para não correr esses riscos você deve planejar essa mudança, atentando-se para o seguinte processo.
 

  1. Alterar as URL’s de suas campanhas (veja mais em: https://support.google.com/adwords/editor/answer/47656?hl=en)
  2. Inserir a codificação manual;
  3. Configurar novamente o GA para capturar o tráfego do Google Adwords.

 
É um processo extremamente importante a migração do HTTPs mais precisa ser analisa seus impactos e traçado um plano para a mudança, para que a segurança de seus clientes, não torne-se uma dor de cabeça na sua gestão””
Bruno D. Cury – E-commerce Specialist.

estamos aqui para o que precisar!

Deixe seus dados com a gente que entraremos em contato.

Ao me cadastrar concordo em receber novidades sobre e-commerce, varejo e eventos relacionados à Corebiz