#MercadoDigital

Logística no E-commerce, Dicas para a redução do custo Frete

Quando iniciamos o bate papo e o assunto é Logística, o investidor do mercado digital logo dimensiona o tamanho dessa cifra dentro de uma operação de e-commerce, não por menos, atualmente o custo logístico está entre os principais custos de uma operação.
A idéia desse artigo é apresentar dicas para uma melhor gestão do custo logístico, criar um fomento de como analisar esse custo e torná-lo menos danoso a operação de seu e-commerce.
Então, vamos as dicas…
Frete Grátis
Muito se fala-se sobre o Frete Grátis, e após alguns anos o mercado percebeu que campanhas de Frete Grátis precisam ser muito bem planejadas, pois a sua conta (no significado real da palavra), irá interferir muito no resultado operacional da empresa. Essa mecânica de se vender com frete grátis advém do início do e-commerce no Brasil, onde as políticas de venda da Internet eram balizadas pelas políticas praticadas nas lojas físicas – com o passar do tempo entendeu-se que a conta frete precisaria ser gerenciada de uma outra forma.
Estude sua conta frete, entenda quais os percentuais de frete aplicados por região e categoria de produto (no caso da operação por multiloja), balize essa conta conforme seu mark-up para saber se esse custo caberá dentro da sua operação, e analise seu ticket médio – criar uma promoção de frete grátis onde o gatilho para a isenção do frete é menor que o ticket médio do site na maioria dos casos é “jogar dinheiro fora”.

Oferta de frete grátis caiu dois pontos percentuais e 61% das compras foram feitas com frete pago em 2016.

fonte: Webshoppers – Ebit 35ed.

 
Frete Captado
Quem diz que a conta frete precisa ser somente uma conta de débito? Imagina o seguinte cenário.
Sua ooja possui 2 modalidades de Frete, Econômico e Expresso, na primeira o valor é de R$ 10,00 e na segunda o valor é de R$ 13,00 reais. Nesse exemplo, a operação trabalha com 50% de todas as compras com frete grátis – ao custo de R$ 10,00 reais (Frete Grátis é enviado pelo modal econômico), imagine que para esses casos você ofereça o frete Expresso por mais R$ 5,00 reais na compra, desta forma, você acabaria compensando uma conta que seria de R$ 13,00 (Frete Expresso) na qual você já gastaria R$ 10,00 reais – pois o cliente gozaria do Frete Grátis, e conseguira captar R$ 2,00 reais como Frete Captado, o que diminuiria a sua Conta Frete.
 
Trocas e Devoluções
Essa é uma outra conta que “pesa” dentro da logística da loja, acompanhar o volume de trocas e devoluções é de grande valia para se ter o custo frete real da operação, ou seja, já considerando o percentual dessas trocas. Para esses casos, sempre fica a velha dica de uma política de troca bem apresentada e de fácil acesso, a verificação de caixas, embalagens e do produto antes do envio, e algumas ações na loja também são válidas como guia de medidas, opiniões de consumidores, e sistema de avaliação do produto (para comentários referente a tamanho/ dimensões).
 
Geolocalização
Por comodidade em vários casos deixamos uma única transportadora atendendo um grande região, e não obstante, os custos de entrega por micro-região acabam passando despercebidos. A idéia é entender onde estão concentradas volumes representativos de entregas por micro-região (sito uma cidade, zona ou bairro) e contratar uma transportadora específica para aquele local, em muito dos casos a faixa de CEP não servirá como um parâmetro de filtro, e por isso a geolocalização entra em cena. Há e-commerces que oferecem entregas com mototaxistas e até mesmo bikers dependendo da região.
 
Divisão de Carga
Uma funcionalidade utilizada muito pouco, mais que pode reduzir representativamente os custos de sua operação logística. A divisão de carga, funciona como um gatilho – e muitas vezes essa responsabilidade fica amarrada á plataforma, onde conforme o pedido do cliente a própria plataforma divide a carga em mais de uma entrega.
Imagine a seguinte situação, uma transportadora possui um adicional de carga acima de 25kg, e a compra do cliente excede essa faixa – você pode configurar a divisão de carga para que cada pacote seja enviado como uma entrega separada, reduzindo assim o ad-valorem do transportador.
Espero com esse pequeno artigo poder auxiliar a gestão eficiente da logística em sua operação online. Obrigado e volte sempre !
 

estamos aqui para o que precisar!

Deixe seus dados com a gente que entraremos em contato.

Ao me cadastrar concordo em receber novidades sobre e-commerce, varejo e eventos relacionados à Corebiz